Feminismo anti-prostituição

Fonte: FeministWiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Este artigo é um "esboço" que contém apenas definições triviais. Você pode ajudar a FeministWiki expandindo-o. Preencha o Formulário de Registro ou entre em contato com admin@feministwiki.org para tornar-se editor(a) desta wiki.

Feminismo anti-prostituição refere-se ao ativismo feminista focado em abolir a exploração das mulheres provinda do comércio sexual. Feministas anti-prostituição apoiam o modelo nórdico, que vê a prostituição como inerentemente exploratória e uma afronta aos direitos das mulheres. Feministas anti-prostituição notáveis incluem Melissa Farley, Rachel Moran, Andrea Dworkin, Julie Bindel, Sheila Jeffreys e Gail Dines. O feminismo anti-prostituição sobrepõe-se ao feminismo anti-pornografia, que é focado nos danos causados pela indústria pornográfica, incluindo os efeitos das mídias pornográficas na sociedade.