Cotton ceiling

Fonte: FeministWiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O cotton ceiling (do inglês, "teto de algodão") refere-se ao suposto fenômeno no qual mulheres lésbicas e bisexuais não estão dispostas a terem relações sexuais com transgêneros do sexo masculino. O termo foi cunhado pelo ativista transgênero canadense e ator pornográfico Drew DeVeaux.[1] A palavra "cotton" ("algodão") nesse contexto refere-se à roupa íntima feminina. O termo traça um paralelo com o "glass ceiling" ("teto de vidro"), que descreve a inabilidade de mulheres alcançarem cargos de alto nível dentro do ambiente de trabalho.

Referências

Ligações externas

  1. https://terfisaslur.com/cotton-ceiling/ (em inglês)
  2. https://genderidentitywatch.com/wp-content/uploads/2013/08/ad-hoc-coalition-against-the-cotton-ceiling-condemns-planned-parenthood-toronto-for-anti-female-sex-workshop-_-you-think-i-just-dont-understand-but-i-dont-believe-you.pdf (em inglês)
  3. https://www.feministcurrent.com/2017/01/13/todays-shameless-lesbians-wont-queered/ (em inglês)